Whatsapp.
Entre em contato conosco.
Ouvidoria.
Queremos ouvir sua opnião e sugestões
Seg - Sex 08:00 - 19:00 / Sábado 08:00 - 13:00 (11) 3155-5555 / (11) 3709-2321contato@skinlaser.com.br

Câncer de Pele

Blog > Câncer de Pele
pele masculina

Câncer de Pele

A importância da prevenção do Câncer de Pele

Os bons hábitos devem começar na infância e incluem uso de protetor com FPS igual ou superior a 30, reaplicando a cada duas horas ou sempre que houver contato com a água, assim como uso óculos de sol, blusas com proteção UV, bonés ou chapéus. Preferir a sombra e evitar a exposição solar entre 9h e 15 horas. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2020 o câncer de pele corresponde a 27% de todos os tumores malignos do país.


O que é o câncer de pele

O câncer de pele são tumores que se originam na pele a partir de células anormais presentes nas camadas da nossa pele (derme e epiderme). A pele é o maior órgão do corpo humano e o câncer de pele é o tumor mais prevalente no mundo, inclusive no Brasil.


Tipos de câncer de pele

Existem, principalmente, 3 tipos de câncer de pele: Carcinoma basocelular (CBC); Carcinoma espinocelular (CEC) e o Melanoma. Todos os três são mais frequentes a partir dos 50-60 anos, porém podem surgir em qualquer idade, em especial se existir algum fator genético envolvido.

Carcinoma basocelular: o carcinoma basocelular é um tipo de cãncer não melanoma que corresponde a 95% dos casos. Ele é também o tipo de cãncer de pele menos grave. O principal indí cio dessa patologia é o surgimento de uma mancha rosada na pele que cresce lentamente. Ele acomete mais frequentemente pacientes com a pele clara, com mais de 40 anos e que tiveram uma intensa exposiçã o solar ao longo da vida. Normalmente, esses sinais surgem em locais que ficam mais expostos ao sol: como o rosto, pescoç o, orelhas e couro cabeludo. No entanto, podem ocorrer em outras regiões do corpo.

Carcinoma espinocelular: entre os tipos de cãncer de pele, o carcinoma espinocelular (não melanoma) é o segundo mais comum, acometendo frequentemente o público masculino, embora também possa afetar as mulheres. A doença se manifesta em formato de nó e cresce rapidamente, formando uma casquinha. Por mais que a exposição solar seja o fator que mais colabora no surgimento da patologia, ela também pode ocorrer em pacientes submetidos a tratamentos de quimioterapia e radioterapia e em pacientes que usam algum tipo de imunossupressor. Quem tem problemas crônicos na pele, como não cicatrização de feridas e ceratose actínica sem tratamento, também pode desenvolver este tumor de pele.

Melanoma: o melanoma é um dos mais raros entre os tipos de cãncer de pele, mas também o mais perigoso. O surgimento dele ocorre normalmente como uma pinta escura que se deforma com o passar do tempo. Entre os agravantes do melanoma estão as elevadas chances de metástase, afetando outros órgãos, como o pulmão. Dessa forma, o diagnóstico precoce é o principal aliado no tratamento e recuperação do paciente. O melanoma costuma se desenvolver em regiões mais expostas ao sol, mas também regiões que sofrem queimaduras, como rosto, ombros, couro cabeludo e orelhas. É mais frequente em pessoas de pele clara.


Como se proteger?

As medidas de prevenção ao cãncer de pele são simples e não exigem muito esforço:
  • Evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h, quando os raios UVA e UVB são mais fortes;
  • Usar óculos escuros e chapéus de abas largas para proteger o rosto
  • Manter o corpo sempre hidratado, bebendo bastante água;
  • Usar sempre protetor solar com fator de proteção 30 ou superior.


Quais os sintomas do Câncer de Pele?

Os sintomas mais comuns são: pintas que aumentam de tamanho, coçam ou sangram e pintas que mudam de cor ou têm formato irregular. Além disso, existem alguns tumores que podem ter aspecto de lesões tipo verrugas, nódulos sobrelevados e avermelhados e manchas mais ásperas. Estas lesões devem ser sempre investigadas especialmente se surgiram de repente, demoram mais de 4 semanas para cicatrizar e se apresentam aumento de tamanho ou sangramento.

Diagnóstico precoce

É importante lembrar que o corpo dá sinais. Por isso, é essencial ficar sempre atento a qualquer sintoma: seja um nódulo, uma ferida que não cicatriza ou uma mancha vermelha. Em qualquer pequeno sinal, visite um dermatologista, pois assim ele pode indicar os cuidados ideais com sua pele. Quanto mais precoce for a identificação, melhores serão os resultados do tratamento. Fique em alerta e se previna!

A SkinLaser

Aqui na SkinLaser a avaliação e acompanhamento pelo #dermatologista é imprescindível. Está com alguma lesão diferente na pele e tem dúvida sobre o que pode ser? Cuide da sua pele, cuide de você com a Skinlaser, temos muitas opções para tratar a sua pele, com todo nosso cuidado e carinho!
Gostou do nosso conteúdo?
Então deixe aqui o seu comentário e compartilhe o nosso conteúdo com os seus amigos e familiares.
Já tem um dermatologista pra chamar de seu? Siga-nos nas nossas redes sociais.
Lá também teremos muitos conteúdos a respeito da SkinLaser e dos tratamentos que oferecemos.

Entre em contato!

Quer marcar uma consulta com a nossa equipe ? Entre em contato: (11) 3155-5555

Mande uma mensagem para nós, que retornaremos o mais rapido possivel!

Nossas unidades

Higienópolis
Av. Angélica, 2.510 – 7º andar, 01228-200 – São Paulo – SP

Moema
Av. Lavandisca, 777 – 8º andar, 04515-011 – São Paulo – SP

Anália Franco
R. Nestor de Barros, 116 – 13º andar, 03325-050 – São Paulo – SP

Skaminsky
Av. Angélica, 2.510 – 7º andar, 01228-200 – São Paulo – SP

Morumbi
Rua Jandiatuba 630, 4º Andar, 05716-150 – São Paulo – SP

(11) 3155-5555
contato@skinlaser.com.br
(11) 99110-5893